Nunca houve época melhor para se importar um carro usado do Japão e economizar dinheiro. As exportações do Japão têm aumentado firmemente nos últimos três anos na medida em que mais e mais dealers, atacadistas e compradores individuais de todo o mundo percebem esta grande oportunidade.

Razão 1: Larga variedade de produtos
 

Dado a natureza do competitivo mercado japonês, há uma abundância de modelos e de fabricantes. Os fabricantes incluem Toyota, Nissan, Honda, Mazda, Mitsubishi, Fuji Heavy Industries (Subaru), Suzuki e Daihatsu.

Razão 2: Carros mini da classe K
 

Este é um tipo novo de carro que foi criado no Japão para atender problemas ambientais, de eficiência de combustível e de falta do espaço nas estradas japonesas. Todos os veículos da classe K tem uma especificação que restringe o peso, o motor (máximo de 660cc) e as dimensões exteriores. Os carros K tem desempenho excelente de custo e conta com uma demanda crescente em todo o mundo.

Razão 3: Condições de estrada excelentes
 

Apesar da falta do espaço, as estradas japonesas são extremamente bem mantidas o que significa que o desgaste normal atribuído às condições de estrada ruim em outros países não é problema no Japão.

Razão 4: Idade média do veículo
 

A idade média de todos os veículos rodando em estradas japonesas é certamente mais baixa do que a maioria dos outros países. É incomum ver carros mais velho que 15 anos nas estradas. A Associação de Fabricantes de Automóveis do Japão (JAMA) relata que a idade média do veículo é de aproximadamente 5,8 anos.

Razão 5: Especificações de modelo mais elevadas
 

Devido a abundância de modelos de cada fabricante e da queda que o japonês tem por eletrônicos e novidades, as especificações do veículo japonês produzido para o mercado doméstico é geralmente muito mais elevada do que o equivalente produzido no estrangeiro. Isto significa que você pode comprar um modelo japonês de exportação com todas as características que você gosta pelo mesmo preço que um modelo base comprado localmente.

Razão 6: Quilometragem baixa
 

A maioria dos japoneses vive em cidades em que há falta espaço e que são muito densas em termos de população. Desde que tudo necessário para se viver uma vida confortável está dentro do alcance próximo para o japonês médio, a quilometragem média dos motoristas domésticos é menor que a metade da de outros países. A Associação de Registro de Inspeção de Veículos Motorizados do Japão relata que a quilometragem média do motorista doméstico japonês esteja em torno de 9.000 km anualmente. Os motoristas americanos, por outro lado, dirigem uma média de 19.000 km anualmente.

Razão 7: Custo relativo
 

Mesmo levando em conta custos como frete e cumprimento com a legislação local, é quase sempre mais barato importar um carro usado do Japão do que comprar um carro usado equivalente local. Há vários motivos para a importação ser mais barata; o predominante é a inspeção de segurança de veículo obrigatória que aumenta o custo do veículo a medida que o automóvel envelhece.

Razão 8: Excelente valor de revenda
 

Carros japoneses, particularmente Toyota e Lexus, geralmente retém mais valor durante a vida do carro comparado com contrapartes estrangeiras como Ford e a GM.

Razão 9: Sistema de leilão automatizado altamente eficiente
 

Em vez de comprar de vendedores individuais ou de lojistas de carro usados locais de reputação duvidosa, carros usados do Japão podem ser comprados a preços de atacado através das casas de leilão eficientemente administradas pela Toyota, Nissan e outras companhias respeitáveis. Cada veículo colocado em leilão é fotografado, inspecionado e classificado. Esta informação é útil e exata e esta disponível aos compradores em potencial.

Razão 10: Não é preciso lidar com o vendedor de carros usados
 

Um fato infeliz é que a indústria de carros usados em qualquer lugar do mundo tem a reputação de ser composta por tipos duvidosos que iludem e mentem a seu clientes. Seja isto verdade ou não, comprar um carro japonês por importação remove a necessidade de lidar com estes indivíduos.

Razão 11: Hábito cultural japonês de comprar tudo novo
 

O motorista japones típico detesta comprar carro que alguma outra pessoa tenha usado, não importando o valor inerente da transação. Os japoneses compram habitualmente carros novos a cada 5 a 7 anos, criando um pool de carros da alta qualidade, quilometragem baixa, carros usados de especificações altas, prontos para revenda em qualquer lugar do mundo.

Razão 12: Nenhuma necessidade de desperdiçar tempo e dinheiro com vendedores individuais

É fato conhecido que comprar de vendedores individuais é as vezes uma boa maneira de achar carro por um preco baratissimo, mas este tipo da compra pode ser muito arriscado para um comprador que não seja mecanicamente inclinado. Pode também levar muito tempo negociar com vendedores individuais, tentar agendar reuniões e testes, assim como se deslocar ao outro lado da cidade para inspecionar veículos que muitas vez não conferem com o que foi anunciado.

Razão 13: Abundância de exportadores e de especialistas em carros usados no Japão
 

Desde que Japão é o segundo maior país de fabricacao de carros do mundo e que o número das exportações do Japão está crescendo a cada ano, há muitos exportadores e specialistas que podem lhe ajudar na importação de seu carro. Dado o número de gente competindo pelo sua atenção, você pode escolher um exportador que goste e ter um preco mais em conta também.

Razão 14: Regulamentação de segurança no Japão
 

O sistema chamado de “shaken” é um positivo para duas razões: (1) todos os veículos japoneses são sujeitos a exaustivos testes bi-anuais de checagem mecânica para assegurar que são mantidos e (2) renovar o “shaken” geralmente custa muito, inflando artificialmente o custo do veículo ano a ano a medida que ele vai envelhecendo. O último é uma das razões pelo qual motoristas japoneses trocam de carro tão rápido e tão frequentemente.

Razão 15: Aumento na capacidade e opções de frete
 

Muitas companhias de frete de veículos estão aumentando sua capacidade de transportar veículos novos e usados do Japão devido ao crescimento deste mercado. Para indivíduos que desejam comprar de 2 a 4 carros de uma vez, transporte por container é também uma opção que pode ser mais rápida, mais segura e possivelmente mais barata dependendo do porto do destino.

Razão 16: Disponibilidade de informações objetivas
 

Na Internet hoje há muitos sites de análise com fornecimento de dados exatos e objetivos para todos os tipos de carros japoneses. Não é mais necessário que compradores individuais confiem em vendedores ou panfleto de fabricante para ter uma compreensão exata das especificações, dos preços e das condições do veículo antes da compra.

Razão 17: Avaliações para leilão
 

Cada casa de leilão de automoveis no Japão executa testes e avaliações mecânicas por técnicos treinados antes da entrada do veículo no leilão. Estas avaliações são detalhadas, exatas e incluem toda a informação pertinente, juntamente com classificação do exterior e o interior do veículo.

Razão 18: Termos flexíveis de pagamento
 

Embora a maioria de exportadores prefiram ser pagos através de transferência telegrafica, cartão de crédito/pagamentos por Paypal e pagamentos através da letra de crédito estão se tornando comum. A maioria de exportadores estão abertos a métodos alternativos de pagamento e o comprador estrangeiro pode também considerar serviços de escrow se estiver hesitante sobre a remessa de somas grandes do dinheiro ao exterior pela primeira vez.

Razão 19: Nenhuma necessidade de falar japonês
 

Devido ao enorme mercado que se criou em torno de exportações de carro usados, há muita gente de muitos paises diferentes envolvidas neste negócio. Os compradores de Paquistão podem comunicar-se com os exportadores em Urdu. Os compradores de Rússia podem falar em dialetos locais com os exportadores japoneses nos estados do norte, onde gente que fala russo é comum. A maioria do exportadores no Japão fala inglês também. Você não precisa preocupar-se sobre problemas de comunicação.

Razão 20: Disponibilidade das peças
 

Apesar dos modelos domésticos japoneses terem geralmente especificação mais elevada do que seu equivalente fabricado no estrangeiro, o fato que muitas fábricas japonesas existem no mundo todo significa que as peças comuns para veículos populares estão prováveis disponíveis a um preço mais barato em mercados locais. Caso uma peça não estiver disponível domesticamente, há muitos specialistas de peças que podem ajudar a encontrar a peça requerida.

Razão 21: Caminhões, ônibus e maquinaria também
 

Enquanto carros usados são atualmente o produto mais popular de exportação de veículos, ônibus, caminhões e maquinaria estão se tornando cada vez mais comum. Os caminhões japoneses são na maior parte desenhados para um propósito específico, enquanto que aqueles manufaturados em outros países não. Assim é possível obter o caminhão perfeito para o seu trabalho importando o do Japão. E, mais uma vez, a qualidade e o valor destes artigos excedem o que poderia normalmente ser alcançado localmente.

Conclusão
 

Comprar um carro novo ou usado do Japão é uma boa maneira de obter seu carro ideal e economizar dinheiro. Embora ela possa não ser a maneira a mais rápida de comprar, mais e mais compradores estão tirando vantagem desta grande oportunidade. Desde que a compra de um carro é geralmente uma compra grande e de valor caro, importar seu proximo carro do Japão é definitivamente algo digno da sua consideração.

Sobre o autor
Keith Gottliebsen mora no Japão e mantém um website em inglês para ajudar compradores a exportar carros e caminhões novos e usados do Japão ) para qualquer país do mundo.

Sobre o artigo
Escrito em torno de Set/2006.
Traduzido pela Web Town.

PS:
Sobre a viabilidade de importar um carro para o Brasil leia o artigo É possível importar carro usado para o Brasil?

Informe Pago: