Consulta Psicológica Através da Internet Para Brasileiros no Exterior


A regulamentação no Brasil dos serviços de psicologia mediados por computador, em 2005, surge como uma alternativa a diversas pessoas que precisam de ajuda, brasileiros no mundo todo.

A consulta online é indicada para diversas problemáticas. Temos visto resultados muito bons com pessoas com dificuldades de relacionamento, no casamento/namoro ou no trabalho; pais que precisam de orientação sobre como lidar com crianças e adolescentes agressivos, com complicações no rendimento escolar; casos vistos com freqüência são de déficits em interação social, o que chamamos comumente de timidez, alguns casos chegando a atingir o nível da fobia social, esses pacientes costumam se desenvolver após uma avaliação das causas e com intervenções condizentes com o nível da dificuldade.

Outros casos em que temos constatado melhoras são pessoas com sintomas depressivos, que apresentam grande dificuldade em sair de suas casas. Essas pessoas iniciam um processo online e muitas vezes se sentem motivadas a irem posteriormente a um consultório, ou mesmo algumas delas ficam satisfeitas com as modificações feitas através das consultas virtuais.

Algumas vantagens das consultas pela internet são o custo que costuma ser menor, a otimização dos horários, pois se reduz a necessidade de deslocamento até o consultório;  a comodidade de ser atendido a partir da própria casa/escritório; a possibilidade de anonimato, entre outras.

Uma vantagem que se há de citar e que atua como coadjuvante das intervenções psicológicas feitas em meio virtual é que, quando a consulta se dá por texto, tanto o profissional quanto o cliente ficam com o histórico da troca de informações, o que favorece a releitura, a análise dos dados e a memorização dos conceitos.O conteúdo transmitido é chamado de psicoeducação (educação sobre como a psicologia humana se desenvolve e variáveis relevantes no processo de mudança). Mesmo na consulta por voz há a possibilidade de serem enfatizados os resumos em forma de texto, os núcleos da interação, onde transmitimos ao cliente os pontos chave de cada aspecto que está sendo trabalho.Como estamos conectados ao computador, o acesso a materiais relevantes para o caso fica muito mais fácil. Fica facilitado o compartilhamento de textos, vídeos, exercícios que tenham a ver com aquele caso que esta sendo trabalhado.

A troca da informação verbal ocorre de duas formas principais, texto ou voz. Algumas vezes se faz uso do recurso webcam. A escolha dos recursos que são utilizados é feita pelo cliente. Em ambas as interações, texto ou voz, o psicólogo propõe uma agenda, um roteiro para cada sessão, que são os principais temas que julga importantes serem abordados, relacionados às queixas do cliente.

Sempre há a possibilidade de o paciente trazer seus assuntos mais importantes da semana, a prioridade daquilo que quer abordar. As interações se constituem de perguntas que o psicólogo faz a fim de que o paciente expanda suas perspectivas, para que ele possa observar as variáveis que estão implicadas em cada comportamento e para que se abra possibilidade de mudança de comportamentos ou situações de vida indesejáveis.

Além das perguntas, o psicólogo desenvolve resumos periodicamente na sessão e também ao final, com isso se evidenciam os pontos que já foram ultrapassados e se torna mais claro o que ainda precisa de ajuste. As decisões sobre os rumos que a orientação vai tomando são conversadas entre psicólogo e cliente. Quando se verifica a adequação da busca por um consultório, isso também é conversado com o cliente.

Muitas pessoas podem se beneficiar do atendimento online. Para citar alguns exemplos, temos com frequência clientes que não conseguem fazer uso de transporte público ou de restaurantes tranquilamente, sentem-se muito ansiosos, com bastante suor, coração acelerado, respiração ofegante.

Essas pessoas passam pela psicoeducação de como a ansiedade funciona em nosso corpo, quais as funções que ela tem para o organismo, trabalha-se formas de a pessoa se sentir menos sensível a esses ambientes a ponto de conseguir circular de maneira muito mais relaxada e natural, seja em lugares com muitas pessoas, seja em lugares fechados.

Outro caso comum que observamos nas consultas são pessoas que já não encontram motivação para fazerem suas atividades, que se vêem tão desestimuladas que se deixam levar, vendo o passar dos dias. A essas pessoas são possibilitadas condições de reaprenderem a enxergar de maneira mais vantajosa as circunstâncias, são estimuladas a saírem do emaranhado negativista e se colocam a tomar decisões que há muito pareciam merecer atenção.

Se você está fora do país numa uma cidade em que não conhece muita gente, ou os profissionais que conhece não falam português, se você tem dificuldade em se locomover, se tem num primeiro momento muita vergonha em contar suas dificuldades… Se você quer conhecer mais sobre o psicólogo que irá atendê-lo, saber informações sobre a experiência, sobre o currículo, sem precisar encontrar com ele ou telefonar para perguntar, se você busca um tipo específico de auxílio e não quer expor sua identidade verdadeira, tudo isto está disponível no universo online.

Cada vez mais pessoas têm acesso à rede mundial de computadores, cada vez estão usufruindo mais das amplas condições de escolha, cada vez mais as pessoas iniciam e mantém relações com amigos ou namorados a partir do computador. O que eu busco é que para cada um que precisa seja mais fácil estar com o psicólogo, que não haja mitos e preconceitos, que seja simples como quem precisa resolver problemas encontrar quem o oriente, acompanhe-o e o ajude.

E as características práticas do atendimento? Geralmente cada sessão virtual tem duração de 50 minutos. A consulta virtual pode ser realizada através do MSN, Skype ou GoogleTalk – ficando a cargo do cliente a escolha pelo uso de texto, texto e vídeo, voz ou voz e vídeo. Durante a sua sessão psicológica à distância, o cliente tem a atenção exclusiva do psicólogo. Cada cliente é atendido com horário agendado.

Autora: Carine Campos – Psicóloga (CRP 06/92.390)
Formada pela Universidade Federal de Santa Maria-RS; especialista em Terapia Comportamental e Cognitiva pela Universidade de São Paulo-SP; afiliada à American Psychological Association
www.carinecampospsicologa.com



Clique aqui p/ deixar um comentário 8 comentários